ETERNAMENTE

ETERNAMENTE

Poetas são assim...

Os anos não passam

Apenas chegam os conhecimentos

O passado parece presente.

A morte não assusta

Vem cobrar uma dívida

A natureza é a vida

As frases são etapas

A poesia outra vida.

Só existe uma arma

Esta mata o Poeta

A saudade...

Saudade do beijo inocente

Do abraço carente

Do sonho na infância

Do jeito criança

Do abraço apertado

Do sorriso apaixonado.

O poema retrata um ser diferente...

Odiamos o mal

Ainda somos gente

Nesse lamaçal.

Sofrimento é troféu

Acervo de orgulho

Na escuridão fitamos o céu

Não encontrando o escuro.

Cala as mentiras

Amando o amor

Às vezes na vida um rascunho

Pós-morte grande autor.

Poeta faz história

Fica na história

Morre nascendo

Para vivos ficarem aprendendo!



 

Translate this Page
ENQUETE
VOCÊ ACHA QUE DEVE HAVER PENA DE MORTE NO BRASIL?
Sim
Não
Talvez
Ver Resultados

Rating: 2.7/5 (160 votos)



ONLINE
1





LER É CULTURA, PLAGIAR É CRIME!

OBRIGADO PELA VISITA!

 

Número de Visitantes: